Siga-nos

Swasthavritta: A Medicina Preventiva Ayurvedica

    Toda pessoa normal deseja uma vida longa, produtiva e feliz, mas para isto se realizar é necessário ter svastha ou saúde. Para o Ayurveda um ser humano saudável é aquele que apresenta Doshas ( humores) e Agni ( fogo digestivo) em equilíbrio, Dhatus ( tecidos) e Malas ( excreções) cumprindo suas funções adequadamente e um bem estar com relação a sentidos, mente e alma ( Atma).. A definição da Organização Mundial de Saúde é semelhante a visão da Medicina Ayurvedica: “saúde não é apenas a ausência de doença mas o completo bem estar físico, mental e social”. Para alcançarmos este objeti-vo necessitamos de uma rotina diária de hábitos saudáveis denominada dinacharya.

       O médico e mestre de Ayurveda, dr. Robert Svoboda, afirma que Svasthavritta significa “estabelecer-se em bons hábitos”.A Medicina Ayurvedica tem recomendações para uma vida saudável desde o momento que se acorda até a hora de dormir. A regra de ouro na tradição indiana é a moderação, ou seja, todos os excessos e deficiências são prejudiciais a saúde. Este talvez seja uma das maiores dificuldades na vida ocidental: seguir o “caminho do meio”. Durante uma interessante aula, em um curso na Índia, o professor, médico ayurvedico e sacerdote brâmane, afirmou de forma contundente: “uma rotina diária equilibrada deve ser dividida em 3 partes: 8 horas de descanso noturno ( sono), pois o repouso é a base da atividade, 8 horas de trabalho e as outras 8 horas para família, higiene, atividade física, transporte, alimentação saudável e meditação”. Quando ele disse isto uma pergunta surgiu na minha mente “será que eu sigo esta sábia recomendação no Brasil ?”

    Quando nós olhamos para a natureza observamos que ela segue um ritmo. Podemos ver isto nos ciclos de dias e noites e nas estações do ano. O ser humano é um “mini universo”, ou seja, um microcosmo dentro do macrocosmo. As mesmas leis que regem o universo também controlam a fisiologia humana. Se nós queremos ter mais saúde é necessário uma sintonia com estas leis. Semelhante a um jogo de futebol: quando nós entramos em campo temos que respeitar as regras se não podemos ganhar um cartão amarelo, um aviso, e se continuamos violando as normas somos punidos com cartão vermelho, ou seja, estamos expulsos de campo. Desta mesma forma é interessante equilibrar nossas ações e hábitos com as leis da natureza, pois estas são invencíveis. Infelizmente não existe outra maneira de alcançar o bem estar físico, mental e emocional que nós buscamos. O Ayurveda enfatiza esta harmonia com a natureza.

    O Ayurveda recomenda acordar cedo, e o ideal é após levantar beber água, em jejum, a temperatura ambiente, deve-se tomar um ou dois copos d água bem cheios pois isto ajuda a ir ao banheiro e evacuar. Deve-se habituar o intestino a funcionar todo dia pela manhã. O Ayurveda afirma que o intestino é o jornal do corpo, deve-se ler o jornal todo dia pela manhã para saber como está o corpo. Qualquer distúrbio nas excreções pode ser um sinal de uma digestão inadequada e acumulo de Ama ( toxinas digestivas) princi-palmente se estiver associado a uma cobertura espessa e pegajosa na língua. Neste caso o ideal é não se alimentar e utilizar chá de ervas como o gengibre e erva doce ( Foeniculi vulgaris), que auxiliam a regularizar a função digestiva, até normalizar a evacuação. Claro que se o distúrbio persistir procure um profissional de saúde.

    Após o banho matinal tire alguns minutos para a introspecção e autoconhecimento. Com este objetivo é importante ter um “cantinho de meditação”, onde você pode colocar uma almofada no chão ou cadeira para a prática, porem se você for um devoto, como eu, pode fazer um pequeno altar com seus mestres. Claro que ninguém tem a necessidade de ter um altar para meditar regularmente. Isto é algo pessoal pois sigo o caminho devocional chamado de Bhakti Yoga. O mais importante é comprometer-se a sentar diariamente e praticar meditação, 15 a 20 minutos, 2 vezes ao dia, manhã e noite, são suficientes para os iniciantes. Um livro, que comecei a ler recentemente, que estimula e explica esta metodologia é “Meditação para Leigos” de Stephan Bodian.  Boas meditações!  

    Prof. Dr. Aderson Moreira da Rocha, clínico geral, reumatologista, especialista em Acupuntura pela Associação Médica Brasileira e especialista em Ayurveda pelo Arya Vaidya Phramacy.    

© 2017 ABRA - Associação Brasileira de Ayurveda

Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Finepixel Labs